Teardown do Apple Watch Series 7 sugere uma razão do seu atraso

Pode não parecer, mas faz pouco mais de uma semana desde que o Apple Watch Series 7 chegou ao mercado e às mãos de consumidores em vários países. Contudo, a iFixit não deixou a euforia por conta dos novos MacBooks Pro atrapalhar o seu já tradicional teardown do relógio.

E, desta vez, a firma ainda trouxe reforços para auxiliá-los nessa tarefa: um time de ex-engenheiros da Apple, os quais os ajudaram a entender as mudanças por dentro do novo modelo.

Antes de mais nada, confira abaixo o já tradicional raio-X do relógio:

Raio-X do Apple Watch Series 7

Partindo para o desmonte, o primeiro passo foi abrir os modelos, o que pode ser feito aquecendo o adesivo que prende a tela à carcaça. Uma vez superada a tarefa, os “desmontadores” notaram de cara a falta da porta de diagnósticos do relógio — removida nessa geração.

Apple Watch Series 7 41mm
Modelo de 41mm (à esquerda); modelo de 45mm (à direita)

Tela

Pois bem, comecemos pela maior mudança de uma geração à outra. Diferentemente da tela do Series 6, o display do Series 7 conta com apenas um cabo flex (ao invés de dois) — algo que torna o seu processo de fabricação muito mais complicado. Além disso, pelo visto, a Apple está usando no Watch a mesma tecnologia de tela implementada nos iPhones 13, com o sensor de toque integrado ao painel OLED1.

Display Series 7 vs Series 6

Segundo a firma, essa nova tecnologia de tela, somada às bordas mais finas ao redor do display, muito provavelmente é a culpada pelos atrasos na produção do relógio.

Bateria

Em ambos os modelos, a iFixit encontrou baterias ligeiramente maiores e mais densas, porém esses aumentos muito provavelmente foram realizados para compensar os gastos energéticos das telas maiores e mais brilhantes.

Bateria do Apple Watch Series 7 de 45mm
Bateria do Apple Watch Series 7 de 41mm

Eis as capacidades de bateria dos novos relógios:

Apple Watch Series 6Apple Watch Series 7Variação
Modelo de 40/41mm1,024Wh1,094Wh+6,8%
Modelo de 44/45mm1,170Wh1,189Wh+1,6%

Proteção à poeira

O Apple Watch Series 7 chegou com certificação IPX7 contra poeira, a qual alguns indicaram que já estava presente — informalmente — nos modelos anteriores. A iFixit corroborou essa suspeita, já que não encontrou nenhum sinal de melhora nas proteções do relógio; segundo a empresa, apenas a retirada da porta de diagnóstico pode ter ajudado na proteção dos componentes internos.

Processador

A iFixit reforçou a impressão de que o novo processador S7 do Apple Watch é apenas uma versão ligeiramente modificada do S6.

Chip S7 do Apple Watch

Sobre a remoção da porta de diagnóstico, a firma de reparos disse que a mudança foi feita para tornar o relógio mais resistente à poeira e que, há sim, um novo módulo para transferir dados sem fio.

Reparabilidade

Antes de dar seu veredito em termos de reparabilidade do Apple Watch Series 7, a iFixit resolveu fazer algumas trocas de componentes para testar a intercambiabilidade deles. Por sorte, a troca da tela e do Taptic Engine pode ser feita sem qualquer perda de funcionalidade.

A troca de bateria se deu ainda melhor, visto que o watchOS foi capaz de informar a saúde da bateria trocada — algo que geralmente não ocorre. Até o componente do Series 6 funcionou no novo modelo!

No fim das contas, a iFixit deu ao Apple Watch Series 7 uma nota 6 (em uma escala de 0 à 10) no índice de reparabilidade. A firma também disponibilizou um vídeo falando um pouco mais sobre o processo, o qual você confere abaixo:https://www.youtube.com/embed/2lD2llGLJzk?start=352&feature=oembed

Nada mau, não é mesmo?